Home » Artigos » Como funcionam e qual a importância das principais Ferramentas de Gestão Financeira

Share This Post

Artigos

Como funcionam e qual a importância das principais Ferramentas de Gestão Financeira

Como funcionam e qual a importância das principais Ferramentas de Gestão Financeira

Gosto de enfatizar que para a boa gestão empresarial, na maior parte das vezes o ‘básico’ é adequado e fundamental. Ocorre que muitas vezes o ‘básico’ não é feito corretamente, está indisponível no tempo certo ou ainda é negligenciado.

Quando falo do ‘básico’ me refiro às ferramentas financeiras básicas utilizadas para gestão, sendo elas o Balanço Patrimonial, o Demonstrativo de Resultados e o Fluxo de Caixa. Essas três ferramentas precisam ser desenvolvidas, disponibilizadas em tempo certo e acompanhadas pelo gestor para verificação contínua dos indicadores financeiros da empresa, quer ele goste do assunto ou não.

A função do Balanço Patrimonial é a de retratar, em determinada data, o patrimônio da empresa. Ou seja, como ela utiliza os recursos financeiros, quais as fontes aplicações desses recursos. O estudo do balanço permite verificar várias coisas, entre elas a saúde financeira da empresa e a qualidade de algumas decisões empresariais.

A função do Demonstrativo de Resultados é a verificação dos resultados da empresa, operacionais e extra operacionais de determinado período. De maneira simples, essa ferramenta permite verificar se, e como, a operação da empresa gera resultados.

Veja também:  É melhor montar uma empresa ou comprar uma empresa?

Demonstrativo de Resultado é melhor compreendido quando realizado em períodos de fechamento de ciclos, quer sejam esses ciclos de pagamentos, como de um mês por exemplo; ciclo de investimentos, como em um projeto; ou ciclos fiscais, como de um ano.

A função do Fluxo de Caixa é a verificação dos movimentos de caixa da empresa em termos de excesso ou falta de recursos financeiros para determinado período.

Fluxo de Caixa deve ter periodicidade diária na maior parte das empresas que pagam e recebem contas diariamente. Em caso de falta de recursos, deve-se buscar opções para financiamento da operação e em casos de excesso aplicação financeira.

Todas as empresas adequadamente geridas têm ao menos essas 3 ferramentas tempestivamente disponibilizadas para seus gestores e diretores. O primeiro indicador de qualidade da gestão de uma empresa é justamente a existência e utilização dessas ferramentas. Em seguida analisa-se as informações contidas nesses relatórios e por fim a qualidade dessas mesmas informações.

O asseguramento da qualidade das informações financeiras e contábeis da empresa é feito através de processos de auditoria – ou seja – o que a auditoria faz é checar se o que consta nos relatórios é verdadeiro e, para isso, há uma série de procedimentos técnicos. O procedimento de auditoria é recomendável, mas não obrigatório.

Veja também:  Aspectos e planejamento sucessório em empresas familiares

A elaboração das ferramentas deve ser feita pela prestadora de serviços contábeis da empresa, que deve desenvolver periodicamente Balanços e Demonstrativos de Resultados, assim como demonstrativos de Fluxo de Caixa em todas as situações e para todas as empresas, independente do porte e enquadramento fiscal.

Há algumas normas da Receita Federal do Brasil que desobrigam empresas quanto à entrega de balanços e demonstrativos de resultados. Entretanto, essa norma não isenta a empresa de contabilidade da sua função de contabilizar as contas, confeccionar os relatórios e disponibilizá-los a seus clientes.

São coisas diferentes muitas vezes confundidas pelos prestadores de serviços contábeis. Empresário: se sua empresa de contabilidade não está fazendo isso, cobre. É seu direito e obrigação dela.

Por outro lado, os profissionais contabilistas precisam se conscientizar em não mais serem cúmplices de seus clientes quanto a determinadas práticas contábeis que distorcem completamente os relatórios, como por exemplo, deixar de contabilizar algumas contas ou considerar outras que deveriam ser desconsideradas.

Veja também:  Auditoria Contábil, Financeira, Operacional: como funcionam e para que servem

efetividade das ferramentas gerenciais financeiras é diretamente impactada pela qualidade da informação contabilizada. Esse tipo de problema é frequente em empresas pequenas e médias e deve ser combatido com afinco para o bem das empresas brasileiras.

Entre os fatores que influenciam nessa qualidade destaco também o fluxo de informações e documentos entre empresa, cliente e prestador de serviços de contabilidade. É fundamental que isso ocorra de maneira contínua, completa e fluída, caso contrário os relatórios não refletirão adequadamente a situação da empresa.

Está na hora de os empresários – principalmente pequenos e médios – e de alguns prestadores de serviços contábeis perderem o medo de fazer o que deve ser feito: a contabilidade das empresas; para que essas possam usufruir dos benefícios das ferramentas financeiras básicas de gestão empresarial.

Isso faz muita diferença na vida de uma empresa, e principalmente no seu futuro.

Veja Também

O melhor momento para vender uma empresa

Tributos e estratégia empresarial

É melhor montar uma empresa ou comprar uma empresa?

Dores do Crescimento

Como funcionam e qual a importância das principais Ferramentas de Gestão Financeira
5 (100%) 1 vote

Share This Post

Apaixonado por finanças e Marketing digital, construi este fórum para ajudar o maior número de pessoas possíveis

Este tópico contém resposta, possui 1 voz e foi atualizado pela última vez por  Tiago Miarelli 1 semana, 3 dias atrás.

Você deve fazer login para responder a este tópico.